Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook

05-09-2010 04:09

Rede social da empresa de Steve Jobs foi lançada na última quarta-feira.
Até agora, pequena porcentagem de usuários do iTunes aderiu ao Ping.

A entrada da Apple no mercado de redes sociais com a criação do Ping, site de discussão sobre música vinculado ao iTunes, estremeceu a relação entre a empresa e o Facebook.

Depois de apresentar o Ping na última quarta-feira (1), Steve Jobs, CEO da Apple, foi perguntando por que a empresa criou a sua própria rede social, em vez de desenvolver serviços no Facebook, como outros sites de música já fizeram.

Segundo reportagem do jornal americano The New York Times, Jobs disse que a Apple considerou essa hipótese e chegou a discutir o assunto com o Facebook. Porém, os termos da rede social eram muito “pesados”.


Steve Jobs apresentou a rede social Ping na última
quarta-feira (Foto: Robert Galbraith/Reuters)

Ainda assim, a Apple usou algumas das interfaces abertas de programação do Facebook para permitir que os usuários encontrem seus amigos da rede social no Ping. Mas o recurso parou de funcionar na quinta-feira (2).

Segundo fontes do jornal, o Facebook bloqueou essa função porque o Ping tinha o potencial de enviar muito tráfego ao Facebook, causando instabilidade no site e problemas de infra-estrutura. O Facebook pede que empresas que enviam grande quantidade de tráfego aos seus servidores devem avisar a rede social primeiro.

Em um comunicado, o Facebook disse que está trabalhando com a Apple para resolver os problemas.

“Nós trabalhamos com sucesso no passado, e aguardamos que assim continue no futuro”, disse a declaração, sem especificar que problemas seriam.

O iTunes tem 160 milhões de usuários, de acordo com a Apple. Porém, como apenas uma pequena porcentagem desses internautas se registrou no Ping, não está claro como a Apple poderia ter ultrapassado os limites de tráfego do Facebook.

Fonte: G1.com.br

Voltar

Procurar no site

Meiriana Almeida© 2011 Todos os direitos reservados.